20.8 C
Oeiras Municipality
Ter 27 Setembro 2022
Inicio Saúde CoronaVirus Covid-19. Apenas 8% da população elegível foi vacinada com a 4ª dose

Covid-19. Apenas 8% da população elegível foi vacinada com a 4ª dose

Apenas 8% da população elegível foi vacinada com a quarta dose de reforço contra a Covid-19, fisou esta quinta-feira o coordenador do Núcleo de Apoio ao Ministério da Saúde, coronel Penha Gonçalves.

O coronel Penha Gonçalves sustentou que, apesar da “baixa adesão”, a campanha “está a ganhar a velocidade de cruzeiro que se pretende”. “Os picos vão aparecer e é preciso prevenir agora, em dezembro será muito tarde”, frisou .

Segundo adianta o Diário de Notícias, são elegíveis cidadãos com 60 ou mais anos, pessoas com outras patologias, independentemente da idade, e profissionais de risco.“Pretendemos oferecer a todas as pessoas acima dos 60 anos e às que integram os grupos de risco a oportunidade de serem vacinadas contra a covid antes do Natal, o que perfaz um grupo de três milhões”, explicou o responsável.

Segundo o coronel Penha Gonçalves, houve um grande esforço para se começar mais cedo a proteção da população, com vacinas adaptadas às novas variantes, já que em Portugal há sempre um pico ligeiro em novembro, antes do Natal, e depois outro mais forte em janeiro e fevereiro. “E é agora que temos de ganhar proteção para esse horizonte temporal. Por isso, é muito importante que as pessoas percebam que este é o momento de se vacinarem – e não de adiarem este processo”, revelou.

“O nosso objetivo é conseguir vacinar cerca de 30 mil pessoas por dia e isso já começou a acontecer esta semana”, frisou. O responsável lembra que “o vírus da Covid-19, e o da gripe também, continuam a circular na comunidade, não se foram embora. E a melhor maneira para se conviver com eles e tentar-se ter uma vida o mais normal possível é aderir à vacinação. Esta é a grande arma de proteção que continuamos a ter”.

“É provável que os picos de infeções voltem a acontecer e a grande vantagem da vacinação é não termos problemas tão graves como teríamos se não estivéssemos vacinados. É preciso que as pessoas não o esqueçam. Uma pessoa vacinada não tem sintomas graves, não vai ao hospital e não morre. É disto que a vacina nos protege”, finalizou.

COMENTAR

Please enter your comment!
Por favor, digite o seu nome

- PUB -

Os mais lidos

Governo alarga até 2 de outubro prazo de candidaturas aos estágios da Administração Pública

O Governo alargou até 2 de outubro o período de candidaturas ao EstágiAP XXI, o programa de estágios da Administração Pública. Este programa tem...

Portugueses podem vir a ter prazos para fazer partilhas de heranças

Em Portugal dos 11,5 milhões de prédios rústicos existentes, 3,4 milhões (30%) encontram-se em situação de herança indivisa,isto é, heranças que ainda não foram...

Oeiras Celebra o Dia Mundial do Turismo

Oeiras assinala o Dia Mundial do Turismo, 27 de setembro, com a entrada em funcionamento do TOMI, um painel interativo de comunicação e informação...

Academia João Cardiga receberá Formações em Intervenções Assistidas por Equinos

A Academia Equestre João Cardiga vai, através do seu polo de formação – Cardiga Training Center – ser palco, de diversas ações de formação...

Comentários Recentes

ana PAULA COSTA D FERREIRA ANA FERREIRA on Novo horário do Centro de Vacinação do Pavilhão Carlos Queiroz