11.4 C
Oeiras Municipality
Qua 30 Novembro 2022
Inicio Entretenimento Cultura Degustação Musical no Tempo de Marquês de Pombal

Degustação Musical no Tempo de Marquês de Pombal

Nos dias 12 e 19 de novembro, entre as 15h e as 18h, o Salão Nobre do Palácio Marquês de Pombal vai receber duas conferências dedicadas ao tema ‘Degustação Musical no Tempo de Marquês de Pombal’, cada uma focada numa época/reinado diferente.

Estas conferências, conduzidas pela professora Teresa Castanheira, dividem-se por dois sábados, onde no primeiro será analisada a vida musical no tempo de Marquês de Pombal sob a vigência de D. João V, e no segundo sábado sob a vigência de D. José I.

PROGRAMA

12 de novembro (sáb) | 15h – 18h
A vida musical no tempo de Marquês de Pombal sob a vigência de D. João V

O enfoque na música sacra resultante do fervor religioso de D. João V; as oratórias de Francisco António de Almeida. A contratação de Domenico Scarlatti e o cravista Carlos Seixas, compositor maior de reportório de tecla. A problemática dos judeus na figura de António José da Silva, autor de Guerras de Alecrim e Manjerona.

19 de novembro (sáb) | 15h – 18h
A vida musical no tempo de Marquês de Pombal sob a vigência de D. José I

A construção e a vida efémera da Ópera do Tejo. David Perez, o expoente máximo de músicos, instrumentistas, cantoras e castrati contratados em Itália, e o despontar da ópera; os compositores Pedro António de Avondano e João de Sousa Carvalho. Ecos musicais no estrangeiro do terramoto de 1755 com Die Donnerode, de Telemann.

ENQUADRAMENTO

No século XVIII assistiu-se a uma profunda mudança de mentalidades a que o panorama musical da Europa não foi alheio. De uma cultura barroca de afetos, artificial e rebuscada, introduziu-se, a pouco e pouco, a apologia do saber e da razão. Alimentada pelos ideais iluministas também a música seguiria um outro rumo. O Marquês de Pombal viveu esse período de transição. Ao serviço como diplomata de uma corte absolutista e conservadora, foi consolidando o seu espírito iluminista no estrangeiro; de regresso a Lisboa, já como estadista é um nome incontornável do reinado de D. José I. As duas conferências visam por um lado estabelecer o enquadramento do panorama musical com a realidade cultural e socio económica da época e, por outro, avaliar a situação portuguesa face aos desenvolvimentos musicais na Europa.

Teresa Castanheira

É professora de História da Música na Escola de Música do Conservatório Nacional. Foi crítica musical no Semanário Expresso e autora de programas radiofónicos na TSF e na Antena 2. Na divulgação de música clássica tem sido colaboradora assídua do El Corte Inglés desde 2008 e com o apoio do qual publicou o livro História da Música, uma Introdução. Em 2015 publicou Cores e Sons pela Livros Horizonte que interliga as áreas da Pintura e da Música temática que tem desenvolvido com a realização de cursos e conferências em instituições como Museu da Paula Rego, Centro Nacional de Cultura, Museu Nacional de Arte Antiga, Fundação Júlio Resende, Fundação Rui Cunha, em Macau e Residência André de Gouveia da Fundação Calouste Gulbenkian, em Paris. Em 2013, coordenou o XX Curso de Verão de Cascais, Música em diálogo com as outras Artes. Pinta com regularidade, realizou exposições nas galerias Diferença, Novo Século e São Mamede e tem obra editada pelo Centro Português de Serigrafia.

LOCAL DAS SESSÕES
Palácio Marquês de Pombal – Salão Nobre, Largo Marquês de Pombal, Oeiras

PÚBLICO-ALVO:
Jovens e adultos

INSCRIÇÕES
Ingresso gratuito, mediante inscrição prévia para: servicoeducativo.palacio@oeiras.pt.
(ISNCRIÇÕES COMPLETAS – ESGOTADO)

LOCAL DAS SESSÕES – Palácio Marquês de Pombal, Largo Marquês de Pombal, Oeiras

PARA MAIS INFORMAÇÕES
21 440 85 52/29 (segunda-feira a sexta-feira, das 10h às 18h)

Nota: ESGOTADO
As inscrições para esta atividade já se encontram completas. 

COMENTAR

Please enter your comment!
Por favor, digite o seu nome

- PUB -

Os mais lidos

Dia internacional da Cidade Educadora

Hoje, 30 de novembro, celebra-se o Dia internacional da Cidade Educadora, que na edição de 2022 tem como lema ‘A Cidade Educadora, cidade de...

PHC Software eleita uma das melhores empresas para trabalhar em Portugal pelo terceiro ano consecutivo

Pelo terceiro ano consecutivo, a PHC Software é eleita uma das melhores empresas para trabalhar em Portugal. Mais um passo decisivo para continuar a inspirar...

IDLES confirmados no Palco NOS da 15ª edição do NOS Alive

IDLES são a primeira confirmação para o dia 7 de julho, no Palco NOS, da 15ª edição do NOS Alive. Desde o lançamento do seu primeiro álbum, Brutalism, em 5 anos a...

2ª Milha de Queijas corre-se a 1 de dezembro

Em 2022 o Grupo Musical 1º de Dezembro de Queijas, com o apoio da Câmara Municipal de Oeiras, irá promover, pela segunda vez, a...

Comentários Recentes

ana PAULA COSTA D FERREIRA ANA FERREIRA on Novo horário do Centro de Vacinação do Pavilhão Carlos Queiroz