17.6 C
Oeiras Municipality
Dom 16 Maio 2021
Inicio Ciência IST. Técnico é parceiro em projeto internacional para a redução da pegada...

IST. Técnico é parceiro em projeto internacional para a redução da pegada carbónica usando bio-adsorventes

O BIOCO2 é um projeto internacional no âmbito de tecnologias CCS –CCU [Carbon Capture and StorageCarbon Capture and Utilization] para a redução da pegada carbónica usando bio-adsorventes. O objetivo é propor soluções sustentáveis que possam ser implementadas num futuro próximo, que visa reduzir as emissões de CO2 e atingir as metas impostas pela Comissão Europeia (-21% em 2020 e -40% em 2030 em relação aos níveis de 1990). Para o efeito, será demonstrada uma redução da pegada de carbono obtida pelo uso de CO2 e de biomassa, para produzir produtos utilitários à base de carbono. O processo de produção desses produtos recorrerá idealmente a fontes de energia renováveis.

O projeto realizado ao abrigo do International Academic Partnership Program from the funds da National Agency for Academic Exchange (NAWA) conta com o conhecimento de uma equipa do centro de Investigação e Inovação em Engenharia Civil para a Sustentabilidade do Técnico – CERIS que liderará uma das tarefas a desenvolver.

Um objetivo adicional do projeto é permitir a cooperação entre parceiros internacionais, especialistas nos seguintes campos de investigação: captura de CO2, conversão de biomassa e utilização de biocarbono e CO2 na produção de bens e produtos.

“Este projeto é uma excelente oportunidade para explorar a produção de betão com carbono incorporado e de cimento de baixo teor em carbono. O projeto irá também promover soluções inovadoras na área da captura de dióxido de carbono e sensibilizar a indústria para as mesmas. Os resultados da investigação serão difundidos junto das empresas”, salienta a professora Rita Nogueira, docente do Departamento de Engenharia Civil, Arquitetura e Georrecursos (DECivil) e coordenadora da equipa CERIS que participa no projeto.

Estes resultados deverão interessar a empresas com preocupações e/ou interesses na área da emissão de CO2, biomassa, energia renovável, biocarbono, adsorventes, combustíveis alternativos, tais como éter dimetílico e betão.

Liderado pela Czestochowa University of Technology (CUT), o projeto tem como parceiros, além do CERIS/Técnico, o Consejo Superior de Investigaciones Científicas/ Instituto de Ciencia y Tecnología del Carbono (CSIC/INCAR), o Istituto di Tecnologie Avanzate per l’Energia (ITAE), e a Università Campus Bio-Medico (UCBM).

As atividades do BIOCO2 foram divididas em 6 tarefas, sendo cada uma destas liderada pelo parceiro especializado nessa área.  Ao CERIS caberá liderar a tarefa de “produção de betão”, cujo objetivo é aumentar a quantidade de CO2 absorvida pelo betão, sem prejuízo das suas condições de desempenho e aplicabilidade. A equipa de investigadores do Técnico estará também envolvida nas tarefas de “aquisição do substrato”, “análise do fluxo de CO2 e de energia” e “coordenação e disseminação do projeto”.

COMENTAR

Please enter your comment!
Por favor, digite o seu nome

- PUB -

Os mais lidos

ISQ apoia iniciativa do Instituto Camões para Moçambique

O ISQ acaba de assinar uma parceria com o Instituto Camões para a implementação da ação “Mais Emprego para os jovens de Cabo Delgado”,...

MAP Oeiras. Programação Infantil ”Coisas que há que não há” já tem inscrições abertas

"Coisas que há que não há" é um conjunto de oficinas direcionadas para os mais novos. Com entrada livre, os participantes apenas têm de...

Oeiras celebra Dia Internacional dos Museus 2021

O Dia Internacional dos Museus, estabelecido em 1977 pelo ICOM (INTERNATIONAL COUNCIL OF MUSEUMS) é celebrado em todo o mundo no dia 18 de...

Mercado Municipal de Porto Salvo recebe Feira de roupa em 2ª mão ‘Lady Vintage’

O Mercado Municipal de Porto Salvo recebe nos terceiros sábados do mês a Feira de roupa em 2ª mão ‘Lady Vintage’. A próxima será já...

Comentários Recentes