15.5 C
Oeiras Municipality
Qua 23 Junho 2021
Inicio Saúde CoronaVirus Lisboa. Vários pontos de testagem nas ruas para fazer face ao aumento...

Lisboa. Vários pontos de testagem nas ruas para fazer face ao aumento de infeções

O Governo e a task-force de vacinação decidiram avançar com os primeiros postos móveis de testagem à covid-19 pelas ruas de Lisboa. O objetivo será fazer face ao aumento de infeções, que tem afetado sobretudo jovens adultos.O primeiro pacote de medidas depois de Lisboa passar a linha vermelha dos 120 casos por 100 mil habitantes. Em cima da mesa está ainda a possibilidade de recuo no desconfinamento, seja do concelho ou das freguesias mais afetadas.

Na semana passada, apesar de já estar com 118 casos por 100 mil habitantes, Lisboa não ficou entre os 12 concelhos sinalizados, pelo que esta será a primeira semana em que entra no grupo de concelhos “em alerta” e só na segunda avaliação consecutiva com tendência de aumento de casos é que pode ver serem reapertadas as restrições.

Segundo adianta o Jornal i, o Governo ainda não disse se equaciona algo diferente no caso de Lisboa, mas tem reforçado que as regras são as mesmas para todo o país e para já mantêm-se.

Na sexta-feira será apresentada no Infarmed a proposta de medidas a adotar daqui para a frente mas a ideia de rever a matriz de risco, que até aqui fixa como linhas vermelhas um RT superior a 1 e mais de 120 casos por 100 mil habitantes, não está ainda fechada. O concelho de Lisboa está agora, revelou André Peralta Santos, da DGS, com uma incidência cumulativa de 143 casos por 100 mil habitantes e um RT de 1,14, um agravamento face à última semana.

Significa que nos últimos 14 dias foram diagnosticados na capital 728 casos. Em Lisboa, metade dos casos confirmados nos últimos dias 14 dias situam-se entre os 20 e os 40 anos e é esse grupo etário que é essencialmente o alvo do reforço da campanha de testagem, que na semana passada aumentou ligeiramente em Lisboa (+2,2%) mas com um aumento de positividade, o que indicia que a malha de deteção em vez de apertar continuou a alargar.

Ainda assim, a positividade está em níveis baixos (2,2%), abaixo do patamar de alerta para o desconfinamento definido (4%) e muito abaixo do que esteve ao longo do final de 2020 e início deste ano.

Testes nas faculdades, residências e escolas
Esta quarta-feira vai ser reforçada a testagem nos estabelecimentos do ensino superior e será feito também um programa de sensibilização e testagem em residências universitárias.

Já esta quinta-feira serão testados alunos, docentes e pessoal não docente das escolas do ensino secundário do concelho de Lisboa. A partir da próxima semana estão previstas ações de testagem nas escolas do pré-escolar, 1º ciclo e secundário já não apenas em Lisboa mas em todos os concelhos que estiverem com mais de 120 casos por 100 mil habitantes.

Já de 14 a 18 de junho serão testados docentes e não docentes do 2º e 3º ciclo, sendo que as aulas acabam a 18 de junho para 9.º, 11.º e 12.º anos e a 23 de junho para 7.º, 8.º e 10.º anos.

Hostels, pensões, táxis e estafetas
Esta quinta-feira será reforçado o programa de testagem junto de migrantes e requerentes de asilo, nomeadamente em hostels e pensões, que já no desconfinamento do ano passado tiveram alguns surtos. Será também reforçada com unidades móveis a testagem de populações vulneráveis como sem-abrigo.

Testes na ‘noite’ de lisboa
É já a partir da sexta-feira que a testagem vai para rua. Durante o dia, vai haver uma iniciativa dirigida a prestadores de serviços de entregas, táxis e TVDEs promovida pela Câmara Municipal de Lisboa.

À noite, a partir das 19h e até às 22h, vão estar pelo menos quatro unidades móveis de testagem na rua em locais de maior concentração: 24 de julho, Cais do Sodré, Bairro Alto, S. Pedro de Alcântara, podendo haver mais, indicaram os responsáveis.

Testes em Transportes, restauração e outros locais de interesse turístico
Já na segunda-feira serão ativados os primeiros postos de testagem em transportes, o que também já estava previsto no plano de operacionalização de testagem. Para já, Fernando Almeida, do Instituto Ricardo Jorge, responsável pela task-force de testagem, adiantou que haverá um destes pontos de testagem na Gare do Oriente.

Também a partir da segunda-feira foi anunciado que haverá unidades móveis em zonas estratégias, nomeadamente zonas de restauração como bairros típicos, comércio e hotelaria e mercados e feiras, numa parceria entre a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo e a Câmara Municipal de Lisboa.

COMENTAR

Please enter your comment!
Por favor, digite o seu nome

- PUB -

Os mais lidos

Atletas Oeirenses conquistam títulos no Campeonato Regional de Maratona ACBTejo

Decorreu no passado dia 30 de maio, em Vila Velha de Ródão o Campeonato Regional de Maratona da Bacia do Tejo, uma competição que...

Município de Oeiras realiza obras de Repavimentação em Leceia

O Município de Oeiras vai dar início à repavimentação de dois arruamentos em Leceia, nomeadamente num troço da Avenida 25 de Abril e na...

Sónia Sultuane é a próxima convidada de mais uma sessão de ‘Ler Olhos nos Olhos’

No dia 23 de junho, pelas 21h45, Sónia Sultuane será a convidada de mais uma sessão de ‘Ler Olhos nos Olhos’. O projeto 'Ler Olhos...

Oeiras Eco Rally. Chegou ao fim a primeira prova do primeiro campeonato nacional 100% elétrico

A primeira prova do Oeiras Eco Rally Portugal terminou no passado dia 20 de junho com a dupla espanhola Eneko Conde e Lorenzo Serrano...

Comentários Recentes