16.6 C
Oeiras Municipality
Sáb 26 Setembro 2020
Inicio Economia Municípios pedem esclarecimentos ao Ministro da Educação sobre transferência de competências

Municípios pedem esclarecimentos ao Ministro da Educação sobre transferência de competências

Desde 2019 que está em curso no país o processo de universalização da transferência de competências no domínio da Educação para as autarquias locais e que é concretizado pelo DL nº 21/2019, de 30 de janeiro.
Há Municípios que deliberaram a aceitação da transferência de competências logo em 2019. Outros vão recebê-las durante este ano de 2020. O prazo limite para a aceitação das competências a transferir para os Municípios foi recentemente estendido até 31 de março de 2022.
Contudo, em todo este processo abundam as dúvidas e as omissões. O processo decorre sem que existam esclarecimentos cabais acerca dos reais encargos presentes e futuros que os Municípios portugueses estão a assumir.
​Neste sentido, um grupo diverso de Municípios, entre os quais se contam Oeiras, Porto, Maia, Santa Maria da Feira, Vila Nova de Famalicão, Braga, Águeda, Setúbal e Vila de Rei, entendeu elaborar uma carta conjunta na qual solicitam esclarecimentos ao Ministro da Educação sobre:
– o funcionamento da comissão técnica de desenvolvimento e a definição das fórmulas de financiamento das competências a transferir, pois até hoje não são conhecidas;
– a prometida revisão do regime jurídico da Ação Social Escolar;
– o planeamento da requalificação das escolas a transferir e indicadas nos mapas enviados aos Municípios, que tanto quanto se sabe não existe;
– a prometida revisão do valor provisório de 20.000 euros/escola para manutenção do parque escolar;
– a prometida revisão da portaria de afetação de pessoal não docente e consequente previsão de encargos associados previstos na lei geral do trabalho (formação profissional, acidentes em serviço, medicina e segurança do trabalho);
– a manutenção nos Municípios com Contratos Interadministrativos das competências delegadas por estes instrumentos, mas não previstas no DL n.º21/2019, de 30 de janeiro.
O esclarecimento do Municípios portugueses acerca destas matérias impõe-se como uma necessidade num processo de universalização da transferência de competências que se quer transparente e adequado às reais necessidades das comunidades locais.

COMENTAR

Please enter your comment!
Por favor, digite o seu nome

- PUB -

Os mais lidos

Alegro Alfragide volta a ter serviço My Style

A Consultoria de Imagem está de volta aos centros comerciais Alegro Alfragide e Alegro Setúbal, com o regresso do serviço My Style, a cargo...

Aerlis promove curso ”Marketing Digital”

A Aerlis vai promover de 29 de setembro a 22 de outubro, às terças e quintas-feiras das 19h00 às 22h00 o curso ''Marketing Digital'' Objetivos: ...

Palácio dos Aciprestes recebe peça ”A Volta ao mundo em 80 dias”

Dia 27 de Setembro, às 11h00, a Byfurcação Teatro apresenta ''A Volta ao mundo em 80 dias'', no jardim do Palácio dos Aciprestes em...

Oeiras anuncia atualização dos limites de horário de funcionamento de estabelecimentos comerciais

Na sequência da publicação da Resolução do Conselho de Ministros (RCM) nº 70-A/2020, de 11 de Setembro, mantém-se a competência do Presidente de Câmara...

Comentários Recentes